terça-feira, 30 de setembro de 2008

Geraldino Brasil

Com agradecimento especial a Renata Soriano, que me apresentou à poesia de G.B. 

Sortimento de Lembranças

(Ao poeta Jó Patriota)

Vezes me lembro do menino com asma
numa carreira doida na ladeira.
Fôra o luar que vestira de fantasma
folha seca enforcada na palmeira.

Bagagens de lembranças... de brinquedos,
de alvoradas, de tardes e de luas;
do remanso do rio e moças nuas
revelando ao menino seus segredos.

Numa noite de junho - ainda me lembro - 
o galo do quintal cantou tão claro
que o mês de junho amanheceu setembro.

Outra vez eu olhava um céu de estrelas:
tantas que quatro ou cinco despencaram
e um sapo pulou n'água pra comê-las.

(Maragogi/AL, 1979)

Do livro Um soneto de sol para Cézanne e outros sonetos

2 comentários:

nandodijesus disse...

Ótima lembrança! Vou falar pra Renatinha te visitar por aqui.

Renata Soriano disse...

Que coisa boa!!! Geraldino é maravilhoso mesmo...
e obrigada por lembrar de mim :)